sexta-feira, 18 de novembro de 2011

O que quer dizer um RPG "Old School"?

Assim como "Indie", "Old School" é um termo que vem sendo usado recentemente em larga escala para falar sobre algumas formas de expressão, musicas, games e, claro, RPG.

O significado literal é "Velha Escola", ou o que chamaríamos aqui de "Velha Guarda". Na prática o termo se refere a qualquer "forma" de se fazer algo que não é antigo, mas já caiu em desuso (e algumas vezes virou "cult". Da mesma forma que o rock da década de 50, por exemplo, tem uma outra batida, ritmo e abordagem temática, as coisas "Old School" são um pouco da história daquilo a qual são adjetivos.

Um exemplo em games é Pac-man. Os jogos eletrônicos de hoje em dia são BEM melhores que os do início da década de 80, mas pac-man é um jogo histórico e sempre será, imagino, um tanto cultuado.

Em animês Thundercats ou Caverna do Dragão, são um bom exemplo. As aventuras tem outro ritmo, outro tipo de solução e diferentes formas de lidar com violência. Sem falar em resoluição e tecnicas de animação. Mesmo "Akira", uma das últimas grandes animações feitas sem o auxílio de computação gráfica, ainda que bastente cultuado, é um outro exemplo. Jaspion, na temática japonesa, outro exemplo.

Em RPG quando falamos de "old School" estamos nos referindo a RPGs criados entre a década de 70 e 90 (nem antigo e nem novos) que tem um "clima" diferente dos RPGs atuais.

Jogar o primeiro "D&D", por exemplo (que o diga o pessoal da "Old Dragon") é uma experiência completamente diferente de RPG do que jogar a quarta edição.

Cyberpunk 2020, que é meu preferido, tem uma forma de resolução e de regras que hoje tem cheiro de naftalina, ainda que divertidíssimo quando se conhece o tema.

Star Wars d6 virou old school no momento que foi anunciada a filmagem dos episódios 1, 2 e 3, porque é um RPG com um "climão" e cara mais para os episodios originais que para a trilogia "prequel".

Outro exemplo é o "Antigo Mundo das Trevas", que só não é "Old School" de fato por ter um sem número de fãs hoje em dia, mas tem uma visão de regras e ambientação que não são mais a tendência hoje em dia.

Na mesma linha segue as primeiras versões de Gurps. A própria idéia de um "sistema universal" é um pouco "Old School", porque o que se percebeu com o tempo é que é difícil se fazer regras de jogo que agradem e sirvam "para tudo".

Batletech, Car Wars, a versão antiga de "Senhor dos Anéis", Aliens RPG (o oficial e sem predadores), ou Rift são mais exemplos de clássicos que foram feitos por outra geração com outras necessidades e que hoje em dia são um pouco "esquisitos" para os mais novos (não necessariamente ruins, ao contrário).

Os RPGs Indies e cada um dos "grandes" um dia serão "Old School", acreditem, ou sofrerão tantas novas versões quanto necessário para conquistar novos fãs. Nós envelhecemos e nossos jogos preferidos também.

Quando propomos mesas de RPGs "Old School" em eventos, o que estamos fazendo é estimular a história do jogo seja conhecida e resgatada, dando a oportunidade dos novos jogadores saberem o que já foi feito e funcionou, o que não funcionou e o que caiu no esquecimento, mas merece ser re-conhecido.

Abraços

Por:
Brega Presley

5 comentários:

  1. Sem entrar nos méritos do artigo, que capa linda do Ars Magica!

    ResponderExcluir
  2. L.P. queria te pedir pr adar uma lidinha no que é old school no blog da Guilda (http://guildadosblogueirosoldschool.blogspot.com/2011/03/afinal-o-que-e-old-school.html)

    vc vera q old school nao esta atrelado à data de jogo (de sua criação), e sim a uma maneira de jogar. esse conceito de que old school esta ligado apenas a uma edição é errado e sempre causa confusao e briga nos foruns, heheh. por isso, peço q leia o que escrevi e faça uma "reformulação" em alguns pontos da sua postagem, ok? abraço!

    ResponderExcluir
  3. Rafael, vou discordar, respeitosamente.

    As edições citadas acima não são as originais por "erro", mas por ser interessante tornar o leitor mais familiarizado com a história do RPG.

    Em momento algum dizemos que, por exemplo AD&D, não seja "Old School". Mas já que para os jogadores de AD&D, o "D&D" JA ERA "Old School", melhor citar o original, pois não?

    Quanto ao termo "Old School" ser uma "maneira de se jogar", também vou discordar, já que falamos de um adjetivo aqui, não de um verbo. Um "velharia" pode ou não ser jogada, mas continuará sendo uma velharia (no melhor sentido) mesmo se ninguém jogar mais.

    Para se "jogar como antigamente" além disso, é fundamental um "jogo similar ao de antigamente".

    Não se joga qualquer jogo "como antigamente. Por exemplo "Slasher" do "Novo Mundo das Trevas", Dust Devils, Happy Birthday Robot ou "Gurps Illuminati" em masmorras não funcionaria. Se o fizer, ficará uma mesa tediosa e sem sentido. Alguns podem permitir isso (por exemplo Dragon Age), e depebndendo do grupo talvez fique bom. Mas não é a regra.

    Mas é possivel se jogar AD&D assim e se divertir ainda hoje em dia.

    Então o que define algo ser "Old School" é sua publicação (da primeira ou de uma das edições posteriores não-contemporâneas).

    Nos nossos eventos estimulamos que jogos antigos sejam revisitados e experimentados. Que novos jogos com o "climão de antigamente" sejam experimentados.

    Vulgo, convidamos jogadores a "curtirem" mesas de jogos "Old School". Mas não será o "modo de jogar" o que será um Old School, mas sim, um Old School" que poderá ou não ser jogado desta ou daquela forma.

    Abraços

    Brega.

    ResponderExcluir
  4. hahaha me desculpa, mas eu tive que rir. O cara vem aqui no blog do cara pedir pra ele mudar a opinião dele quanto a um termo, sensacional. E ainda de cara faz um merchan do blog "pura verdade" dele. Comédia!!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir